Tagged: SAFe

Rotina do Product Owner

PProduct Owners (Donos do Produto ou PO) tem responsabilidades diárias com o time de desenvolvimento como revisão, planejamento, detalhamento, e discussões. Product Owner são responsáveis pelos requisitos de software (Epics, Features, Stories). Esta responsabilidade é de ponta-a-ponta do ciclo de vida do software. Os requisitos de software mais granulares são chamados Stories  em um projeto que utiliza metodologia ágil (Scrum, SAFe, DaD, …).

Neste post vou comentar sobre a rotina de um PO. Os exemplos são reais e mostram como é a prática em um ambiente de projetos ágeis. Você terá que adaptar para o seu contexto. Aqui temos o conceito como MVP, Scrum, SAFe, Comunicação Assíncrona, Times remotos e multiculturais. Vou tentar explicar cada um deste pontos.

O primeiro tópico é sobre a rotina do PO. Mais especificamente a rotina de acompanhamento das Stories sendo desenvolvidas pelo time.

Rotina Matinal do PO

Minha rotina quando estou usando o chapéu de PO é a sequinte:

  1. Verificar se existe alguma dúvida ou impedimento (On Hold or Blocked). 
    1. Caso Exista, responder ou direcionar a melhor forma de resolver o assunto.
    2. Indicar prioridade da Story (On Hold) sobre novas Stories no backlog, caso necessário.
  2. Verificar o que está pronto (In Review).
    1. Caso o teste resulte em Bugs ou Comportamentos não esperados então é indicado para o Dev o cenário.
    2.  Caso o teste resulte em novos casos não especificados anteriormente é criado novas Stories para o proximo Sprint.
    3. Caso tudo está como esperado é respondido um OK :-) .
  3. Verificar Backlog
    1. As prioridades continuam as mesmas?
      1. Caso Sim, então não é necessário mexer nas prioridades.
      2. Caso Não, então é necessário mover as Stories mais importantes para o topo da lista do backlog.
    2. Existem tarefas até o fim do Sprint?
      1. Caso sim, garanta que estas Stories tem os detalhes necessários.
      2. Caso não, Verifique com a equipe se é importante adicionar mais stories no backlog.

Com os passos comentados você garante que o time pode iniciar o dia sem impedimentos e alinhados com os objetivos comuns. O proximo passo é a preparação das próximas iterações (Sprints), vou escrever sobre isto na próxima alteração.

Preparando as Próximas Stories

… próximo tema …

Cenários Esperados ou Erros Comuns

… próximo tema …

 

Ultima alteração: 27 Out 2015

Gostou? útil? Então por favor faça um Like, Retweet, Share ou comentário no Twitter,  ou LinkedIn.

Comportamento na Liderança Servidora ( Servant Leardership )

Liderança servidora (Servant Leardeship) é uma das filosofias de liderança e também uma prática que completa um líder, esta prática não é nova e tem diversas roupagens a mais moderna vem de Robert K Greenleaf que publicou um artigo em 1970 sobre o assunto e tem diversos livros.

Alguns padrões sugesridos por Greenleaf são que um Lider Servidor …

  • Escuta e suporta os membros do time na identificação do problema e na tomada de decisão;
  • Entende e cria empatia com outros;
  • Encoraja e presta suporte no desenvolvimento pessoal de cada indivíduo;
  • Convence no lugar de usar autoridade;
  • Pensa além das atividades do dia-a-dia;
  • Observa onde ele/ela poderia ajudar sem diminuir o compromisso dos outros;
  • É franco e valoriza franqueza em outros.

Uma abordagem mais pragmática para uma liderança enxuta (Lean Leader), é citada por Dean Leffingwell (SAFe):

  • Entenda o fluxo de valor completo da empresa;
  • Tenha uma visão econômica;
  • Tenha visão sistêmica, evite otimizar apenas subsistemas;
  • Disponibilize um ambiente segura para crescimento( experimentações e correr riscos);
  • Transparência, visualização de todo o trabalho;
  • Entender o poder da Lentidão, utilização abaixo de 100%;
  •  Promover colaboração com honestidade, integridade, e confiança;
  • Assumir responsabilidade pela mudança;
  • Assumir e suportar o Manifesto Ágil de software, mostrando seus valores e princípios dia a dia;
  • Decisões baseadas em fatos;
  • Permitir decisão ser tomada o mais próximo de sua origem;
  • Desenvolvimento Humano baseado no entendimento que é uma maratona e não uma distancia curta;
  • Compreender e habilitar motivação intrínseca em trabalhadores experientes;
  • Não deixar má qualidade seguir adiante;
  • Servir como facilitador para os princípios enxutos;
  • Definir limites e não o conteúdo;
  • Entender e controlar trabalho através de processos e capacidades (Lead Time);
  • Conduza mudança sistemática;
  • Oriente e aconselhe individuos e times;
  • Desenvolva pessoas não coisas;
  • Interaja / Modifique sistemas existentes de uma forma construtiva;
  • Saiba quando assumir uma posição e quando sair da frente.

Este tópico está sendo escrito ainda, ao longo do tempo vou atualizando com mais informações e detalhes.
Obrigado pela leitura, tem alguma outra ideia? ou recomendação?

Última revisão: 13/Setembro/2015